51 Factos fixes acerca do meu Pai

00:07


1) Diz sempre que eu sou parecida com ele. Mesmo tendo em conta que eu sou a cara chapada da minha Mãe.

2) Quando eu era pequena, ele fingia que era um apresentador de televisão e entrevistava-me perguntando como é que eu me chamava e o que é que eu ia cantar.

3) Quando ele fazia anos, deixava-me sempre apagar as velas.

4) Ensinou-me a dançar e a andar de bicicleta.

5) Foi de propósito a Espanha buscar a vacina contra a meningite.

6) Quando marcava golos, vinha à bancada festejar comigo e com o meu irmão.

7) Quando comprou uma câmera de vídeo, deixava-me filmar mesmo tendo em conta que o vídeo ficava de cabeça para baixo ou focado no nariz de alguém.

8) Assistia sempre aos meus concertos e espetáculos de teatro, mesmo sabendo que o Coliseu na verdade era a sala e que eram organizados por mim, sem instrumental (a não ser a minha mãe a passar a ferro no background) e tendo-me apenas a mim como elenco (e ocasionalmente o meu irmão Rui para fazer as segundas vozes, mas ele atrapalhava mais do que aquilo que ajudava).

9) Quando eu tinha 4 ou 5 anos, ia passear sozinha com ele várias vezes.

10) Fez-me acreditar e sentir que ele era o melhor jogador do mundo e uma super estrela, e ainda hoje acredito nisso.

11) Quando fiz a 1ª Comunhão, perguntou-me se me importava que ele não fosse porque tinha um jogo importante naquele dia, mas deixou claro que se eu quisesse muito ele ia à cerimónia. Eu perguntei se ele estava parvo e mandei-o ir jogar porque sendo o melhor jogador em campo não podia faltar. Ele foi, marcou um golo e dedicou-o a mim.


12) Quando eu andava na primária tinha um namoradinho que ia várias vezes brincar a minha casa. Um dia, um amigo do meu Pai disse por brincadeira "ai o teu Pai canta-te o fado se sabe que tu namoras!" quando esse rapaz foi a minha casa. O meu Pai respondeu fantasticamente com a frase: "Canto-lhe o fado mas é a ele se não for amigo dela".

13) Quando eu tinha 12 anos, o meu Pai disse-me: "Eles só vão até onde tu permitires". 12 anos depois, continuo sem me esquecer disso.

14) Também por volta dessa idade, fui uma semana para uma Colónia de Férias a poucos quilómetros da minha casa. O meu Pai chorou por causa disso.

15) Todos os meus amigos, sem excepção, gostam do meu Pai e acham-lhe graça.

16) Quando tive o meu 1º grande desgosto amoroso, o meu Pai foi levar-me um chá à cama e ficou ao pé de mim enquanto eu estava a chorar.

17) Aos 13 ou 14 anos, gostava de um rapaz da minha escola e não me calava com isso em casa. No dia anterior ao aniversário dele, quis fazer-lhe um postal de parabéns mas quando tentei imprimir não havia tinteiros. O meu Pai correu a lista de contactos em busca de alguém com impressora e levou-me de carro a casa do meu tio às dez da noite para que eu pudesse imprimir o postal e entregá-lo ao seu destinatário no dia seguinte.

18) O meu Pai aprendeu a fazer carrapitos no meu cabelo para eu ir sempre bonita para a escola.

19) As frases características do meu Pai são "Quem não inventa não é artista", "Onde é a ida?" e "Na sê, pergunta à tu mãe".

20) Quando entrei para a faculdade, fui eleita caloira do ano. O meu Pai festejou isso 3x mais que eu nas redes sociais.

21) Guarda todos os presentes do Dia do Pai, e expõe a maioria.

22) Quando há karaoke, ele canta sempre as mesmas músicas: Mulheres do Martinho da Vila, e Your Song do Elton John.


23) Quando vi o Nothing Hill, achei que a música She era maravilhosa. Essa música tornou-se melhor ainda desde que o meu Pai criou o hábito de ma dedicar todos os anos no meu aniversário.

24) Uma vez, estava a explicar-lhe uma teoria que aprendi na faculdade e ele começou a dar-me a opinião dele. Terminou dizendo "claro que isto sou eu a dizer, mas eu não tenho nem de perto o teu grau de inteligência".

25) Quando eu era pequena, queria muito uma boneca do meu tamanho mas não compreendia o quanto elas eram caras. A minha Mãe dizia-me várias vezes que não podia ser mas eu continuava a pedir porque adorava-as. O meu Pai dizia-me o mesmo que a minha Mãe mas mesmo assim conduziu uns bons quilómetros até um armazém para ver se as bonecas lá eram mais baratas. Não eram, mas eu fiquei feliz com o esforço e percebi que ele realmente queria dar-me a boneca, simplesmente não podia.

26) No 2º ano da faculdade tive uma quebra de tensão antes de um exame e desmaiei. Liguei ao meu pai a contar o sucedido mas disse-lhe que não se preocupasse porque já estava bem. Quando saí do exame, ele estava estacionado à porta da faculdade.

27) No 3º ano saí frustrada de um exame que tinha apenas uma pergunta bastante confusa. Transcrevi a pergunta para o meu Pai pelo chat do Facebook. Ele reclamou do exame comigo.

28) Uma vez a minha madrinha inscreveu-me nos Ídolos. O meu Pai acordou às 3h da manhã, levou-me a Lisboa, esteve horas e horas seguidas na fila e saiu de lá ao final do dia para me poder acompanhar. Vim a chorar porque não passei. Ele deu-me uma Bola de Berlim e disse "Deixa lá, que eles é que perdem".

29) Quando eu era pequena, ele deixava-me andar de barco com ele.

30) Quando eu tinha 11 anos, um rapaz mais velho que eu tinha por hábito arreliar-me e bater-me. Quando contei ao meu Pai, ele foi lá falar com ele e disse-me que podia resolver as coisas a conversar. No entanto, por via das dúvidas, ensinou-me como se dão socos. "Puxas o punho assim..."

31) Aos 20 anos, distraí-me a aquecer óleo para as batatas e acabei por pegar fogo à cozinha, queimando o pé, coisa que me valeu um mês de muletas. O meu Pai não ralhou comigo uma única vez.

32) Trata o meu namorado por "meu", "man", "maior" e "campeão".

33) De vez em quando vem deitar-se ao pé de mim a fazer conchinha.

34) Uma vez, perguntei-lhe se era a favor da legalização da cannabis e ele respondeu que não. Expliquei-lhe porque é que eu era a favor, esperando antecipadamente que ele achasse que eu andava na droga ou coisa assim. Ele ouviu até ao fim, ficou uns segundos a reflectir e depois disse "Não sabia. Se é assim, então sou a favor".

35) Quando fiz a depilação a cera pela 1ª vez, cheguei a casa aflita e cheia de dores, e contei ao meu Pai que sofri para a vida. Ele respondeu "Não sei para que é que vocês fazem isso se os pêlos voltam sempre a crescer. Mas isso é o mesmo que dizer que não sei para que é que limpas o cu se vais fazer cocó outra vez".


36) Tive o período pela 1ª vez aos 12 anos. Quando contei ao meu Pai, ele saiu e voltou minutos mais tarde com 3 caixas de absorventes: uma com abas, outra de fluxo normal e outra de fluxo abundante. Ele não sabe a diferença entre elas.

37) Sempre sofri muito com as dores menstruais. Por volta dos 13, estava aflita com dores num dia em que tinha explicação de Matemática mas a minha Mãe não me deixou cancelar. O meu Pai telefonou, cancelou e ainda me trouxe um saco de água quente.

38) Até ao meu 2º ano de faculdade, o meu Pai ia comigo a Coimbra de propósito nos dias em que eu tinha exame, ficava lá à espera e depois voltava comigo para eu não ter que ficar a época de exames toda fora de casa, devido à minha dificuldade de desapego. Mentira, é devido à dele.

39) No ano passado, uma pessoa destratou o meu namorado e deixou-o muito irritado e nervoso. O meu Pai achou por bem escrever uma carta A4 a dissertar acerca das qualidades do Guilherme e da extraordinária pessoa que ele é.

40) Não é novidade para ninguém que sou fã acérrima de Harry Potter, e uma das minhas melhores amigas também é. Quando ela fez anos, o meu Pai felicitou-a dizendo "Parabéns do Pai da outra feiticeira".

41) Quando o meu irmão decidiu mudar de curso, ele aceitou e deu-lhe o apoio que ele precisou para tomar essa decisão.

42) Quando a minha Mãe fez 40 anos, o meu Pai deu-lhe um cesto de 40 rosas.

43) Sempre que eu ou um dos meus irmãos tomamos uma decisão sobre a faculdade, a vida, o trabalho ou outro campo igualmente importante, o meu Pai aceita, aconselha, apoia e conversa.

44) Quando eu era pequena ele mudou a letra da canção do Rui Veloso de "Voar como um jardel sobre os centrais" para "voar como o Xaréu sobre os centrais". O Xaréu é ele.

45) Quando andava no 3º ano da faculdade, o meu Pai voluntariava-se como cobaia nos testes psicológicos que eu aprendia a fazer, mesmo quando era dirigido a crianças. Os resultados foram semelhantes aos do irmão do meu namorado, que na altura tinha 6 anos.

46) Quando entrei para a faculdade, comprei um hoodie que nas costas dizia "Psicologia" e tinha à frente o símbolo da Universidade. O meu Pai usava-o mais que eu .

47) Todos os anos no Dia dos Namorados o meu Pai deixa dedicatórias românticas para a minha Mãe no Facebook. A minha Mãe não tem Facebook.

48) Aos 20 anos venci um concurso de talentos. O fotógrafo tirou uma foto da plateia no momento em que anunciaram o meu nome como vencedora e o meu Pai era o que estava de pé a gritar mais.

49) No meu primeiro ano da faculdade, o meu Pai ia levar-me e buscar-me a Coimbra todos os domingos e sextas, por causa da minha dificuldade de desapego. Estou a mentir de novo, continua a ser por causa da dele.

50) O meu Pai é careca. É o meu facto favorito.

51) O meu Pai faz 51 anos hoje, e quantos mais anos ele fizesse, eram quantos mais factos fixes eu tinha para vos contar sobre ele.


FELIZ ANIVERSÁRIO PAI, GOSTO MUITO DE TI!


Lê também

5 comentários

  1. Amei!!! Até caiu uma lágrima...
    E só posso dizer que Ele é tão pai como tio! O meu tio Xaréu! Amo-te tanto titio!!!

    ResponderEliminar
  2. Adoooorei 💗 parabéns primito 🎂 beijaooooo aos dois 💗

    ResponderEliminar
  3. Adoooorei 💗parabéns primito 🎂 beijaooooo aos dois 💜

    ResponderEliminar
  4. acho que tens um pai a valer :)

    ResponderEliminar
  5. 35. Muito bom xD

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!