Finalmente, a festa!

22:01



Finalmente tive oportunidade de festejar o meu aniversário à séria, e em grande! Normalmente não costumo ligar muito às festas de aniversário. Junto a família e um ou dois amigos para lanchar e pronto. No entanto, este ano decidi que ia fazer uma festança com o pessoal e cumpri a promessa que fiz a mim própria!
Marquei o encontro para as cinco e meia e pedi a cada um dos convidados que levasse comes e bebes para compor a mesa pelo que, a juntar ao que eu já tinha comprado, ficámos com um belo buffet para enfardar! Aliás, numa boa festa, o que se quer mesmo é o pessoal todo com a barriga cheia.
Juntei os amigos de sempre com os amigos mais recentes, adicionei a família de sangue e a de arrasto (nomeadamente os amigos do Gui) e o resultado foi uma festalhaça em grande que tão cedo não vou esquecer! Para marcar o momento, decidi mostrar-vos as fotografias da noite passada para partilharem da minha animação!

Quando tirei a primeira fotografia com o Pedro, ele alegou que tinha ficado muito mal (suponho que por causa da cara de abcesso que ele fez). Ainda assim não quis deixar de colocá-la aqui, porque acho que ficou engraçada. Verdade seja dita, ficou bem melhor que a outra (que verão mais abaixo!). O Pedro é um dos grandes amigos do Gui, e conheci-o oficialmente na festa de aniversário dele. Gostei imenso dele e decidi convidá-lo para a minha, coisa que não me arrependo nada de ter feito! Uma das coisas que me disse ontem (acredito que movido pelas minis, mas ainda assim achei fofinho) foi que, como namorada do Gui, é como se fosse irmã dele e que, portanto, me vai proteger sempre, com a vida se assim for necessário, porque é o que gostava que todos os amigos dele fizessem com a namorada. Como não amar?



A minha ideia com esta foto foi, essencialmente, mostrar o 23 das velas, mas confesso que não foi uma tarefa muito bem sucedida porque mal se notam, a não ser pelo facto de os nossos olhos recaírem para ali pelo facto óbvio de eu parecer uma morsa. Afinal, ter duas velas queimadas no lugar dos dentes não foi de todo uma má ideia.
Já agora, quero destacar o excelente (cof cof) trabalho da fotógrafa, a minha prima Ana, que não tem noção nenhuma do que é focar o objecto a ser fotografado, vulgo eu, no caso.
Apresento-vos o meu amigo Magalhães que, se não conhecem, passam a conhecer. Esta é capaz de ser a foto que melhor exemplifica o que ele é e, já agora, o que nós somos quando estamos juntos. Conheço o Magalhães (ele recusa que lhe chamem João Ferreira porque diz que Ferreira é nome de cão) para aí desde o 8º ou 9º ano, pelo que já somos amigos há uns 7 ou 8 anos. É das amizades mais longas e mais verdadeiras que tenho, sem qualquer sombra de dúvida. Não somos amigos lamechas, daqueles que dizem "minha Princesa, vou proteger-te sempre; ai eu também, maninho, adoro-te!", e mais facilmente andamos à chapada do que aos abraços, mas isso é porque no fundo somos como irmãos. E os irmãos, normalmente, andam à chapada. Caretas e asneiras é connosco, e tornou-se tradição tirarmos uma foto no sofá, de cabeça para baixo, em todas as minhas festas de aniversário. Esta não foi excepção!


Pus esta foto em ponto grande porque é onde estamos todos juntos (ou quase, porque por esta altura os desistentes já tinham ido para casa!). Adoro esta fotografia, e só tenho pena que a resolução não seja melhor, mas faço conta de a mandar imprimir e colocar numa moldura. Ainda por cima acho que eu e o Gui ficámos extremamente atraentes nesta foto, e isso também conta!


Esta foto tinha tudo para ser extremamente original. Por dois motivos: primeiro, a minha prima levou uma camisola do número 23 (a idade que eu faço). Segundo, eu notei a ideia e decidi tirar uma foto ao lado do número 23, por ser o meu 23º aniversário. Acontece que eu só tirei esta foto porque achei engraçado ela levar uma camisola de desporto, e nem tão pouco reparei no número, e ela levou a camisola por levar, sem ter qualquer relação com a minha idade. Portanto, somos duas chicas espertas com sorte a mais.

Cá está o Fábio Raposo, que provavelmente já conhecem aqui dos comentários do blog, dado que ele está sempre a marcar presença. Não só aqui, como no resto dos campos que há na minha vida, pelo que as minhas festas de aniversário não são uma excepção à regra. Não sei se dá para perceber que era suposto eu estar a fazer uma careta, mas era essa a minha ideia. No entanto, o que saiu foi esta cara algures entre o "Ai porra, pisaste-me!" e uma cãibra que ninguém esperava (como se alguma vez estivéssemos à espera das cãimbras, Joana...). 

Lembram-se de eu ter falado do Pedro lá em cima?
Ora então, depois de ele se queixar que a nossa fotografia tinha saído mal, decidi levar isso em conta e optei por tirar uma nova fotografia. Mais valia estar quieta, resumidamente, dado que desta vez ele ficou muito bem e eu sou aquele tijolo cor de laranja de olhos fechados que se vê.
Tenho a sensação que o destino é mesmo assim e que jamais me deixará tirar uma foto em condições com o Pedro, e que um de nós vai ficar sempre mal. Estas fotos são demasiado pequenas para nós dois...não?


Eis o meu primo Leonardo, irmão da Ana (a da camisola do 23), que continua com a mesma cara que tinha aos 5 anos, só que agora com barba.
A sério, ele está absolutamente igual, e a voz dele também parece sempre a mesma, o que é estranho mas engraçadíssimo ao mesmo tempo. Ou então é só a minha memória que não é das melhores e lembra-se dele sempre assim, ainda que ele fosse completamente diferente do que é hoje.
Uma das coisas que mudou, pela certa, é o facto de ele já não ser mais pequeno que eu. Agora resta saber se é ele que é alto ou eu que sou arraçada de anã. E devo dizer que aposto mais na segunda.

Na foto da esquerda está a Carolina, namorada do meu irmão Rui (que aparece à direita). Ela sim, continua sempre com a mesma cara, e se vissem as fotos dela em bebé percebiam que é verdade. Só o cabelo é que cresceu, porque a cara é a mesma. Não sei se dá para perceber, mas a foto ficou extremamente desfocada. E, apesar de ela ser consideravelmente mais alta que eu, é importante salientar que sou mais velha. Cinco anos. Shame.
Quanto à foto com o meu irmão, uma vez que me estava a rir nas selfies que tirei com meio mundo, decidi ficar séria na dele, o que fez com que ele se risse. Claramente não gostou da foto, e sei disso mesmo sem ele mo ter dito. Não por sermos gémeos ou telepatas, mas porque ele tentou sabotar a minha ideia de colocar a fotografia online, ao eliminá-la do ambiente de trabalho. Mas esqueceu-se de esvaziar a reciclagem, e portanto aqui está ela...



Esta sou eu, felicíssima por estar toda a gente a cantar-me os parabéns e por ser a princesinha da noite! Tinha os meus amigos todos reunidos, pelo que a alegria estava bem exposta na minha expressão. Finalizei o "para a menina Joana, uma salva de palmas" com uma voltinha e uma vénia à artista, não sei se repararam!


Este rapazinho sorridente é o Daniel, outro dos amigos do Gui, que acabou com o tempo por se tornar meu amigo também. Também gosto muito dele! É super divertido e anda todo contente com a sua nova vida de militar, como dá para ver na expressão do moço! O que é fantástico, porque a malta quer é gente bem disposta e feliz da vida, que é o caso. Devo a ele as Pringles todas que existiam na mesa, Pringles essas que toda a gente devorou num ápice. Como seria de esperar, é claro. Uma pessoa que traz Pringles para algum lado já pode esperar ficar sem elas brevemente.


Esta merece destaque, escusado será dizer porquê. Não sei se repararam (provavelmente já!), mas o nosso Gui cortou a trunfa, e ficou esta figura fofa que aqui se vê. Apesar de ele estar claramente apaixonado pela garrafa que guardava religiosamente na mão direita (mão direita é penalty, toda a gente sabe, mas pronto), acredito que estivesse igualmente apaixonado por mim. Quiçá até mais!


Estes, se repararem, são os que estão sempre, em todas as fotos, sentados à mesa a comer e a beber. Não é difícil descrevê-los. Para quem não reparou ou não decorou ainda, lá ao fundo temos o Magalhães, escondido pela cabeçorra do Sr. Guilherme Soares a fazer caretas, logo seguido do Pedro apanhado com a boca na botija. Ou no bolo, neste caso.
E a je, como não podia deixar de ser, a tirar fotografias a toda a gente. E com toda a gente!


Este é o Hugo, o meu priminho mais novo, que também nunca falta a uma boa festa, especialmente se for minha (eheheh). Está grande, também, mas é estúpido dizer isso porque na verdade ele é gigante. A sério, é mesmo muito alto.
Recentemente iniciou um blog do qual eu já falei aqui, mas volto a falar, não só por ser dele, mas porque é realmente bom e engraçado, e merece a visita. Chama-se Meio Blog Com Outro Tanto e podem encontrá-lo clicando AQUI.
O Hugo tem um irmão mais velho, o João, que também esteve presente, mas infelizmente a namorada dele estava com febre e saíram antes da ronda das selfies. Mas fica para a próxima!
Estaria a mentir se dissesse que gostei desta foto assim que a vi, porque na verdade odiei. Achei que tínhamos ficado super esquisitos, mas quando me foquei no miminho que o meu Gui me estava a dar, passei a gostar dela. Não vale a pena tecer aqui mais mil e uma palavras a explicar o quanto acho que ele é o melhor do mundo (ele, e não o Cristiano Ronaldo), porque vocês já sabem isso e ele também. Basta dizer que é o melhor do meu mundo. Imperfeito para o mundo, mas perfeito, absolutamente perfeito para mim.


Como explicar esta foto? Não encontro explicação, pura e simplesmente. A minha ideia era tirar uma selfie dita normal, mas a Carolina apareceu com a trunfa toda à frente da cara, o Rui com cara de quem está a ameaçar alguém com uma arma, e o Leonardo a apertar ou desapertar as calças, ainda não percebi bem. Acho que é uma situação que ficará para sempre incógnita e fugida da compreensão de todos os presentes.

Aqui aparece o outro Pedro, doravante nomeado Frias (porque é o último nome dele), que a minha mãe não conheceu porque antigamente o que ele tinha a menos na barba tinha a mais no cabelo. A sério, para quem o conheceu com 17 anos é uma diferença um bocado abismal.
Esta foto tem alguma piada, porque precisamente quando eu fiz 17 anos tirámos outra mais ou menos semelhante (vá, não tinha nada a ver) e acho que vai ter graça fazer a comparação das duas, seis anos depois. É estranho que já tenha passado tanto tempo mas, ya, passou mesmo!
Esta é a Ariana, uma amiga relativamente recente, mas que eu adoro de monte. A sério, adoro mesmo porque me identifico com ela num monte de coisas e é das poucas raparigas que não é invejosa ou falsa comigo. Se houver inveja da parte de uma ou outra, é perfeitamente saudável. Tipo eu, com inveja do cabelo perfeito dela, e ela com inveja dos meus lábios grossos. E aquilo que fazemos é elogiar-nos mutuamente, em vez de nos criticarmos nas costas. Adoro pessoas assim, e nas raparigas é cada vez mais difícil encontrar isso.
A Ariana é alguém que eu conheço desde bebé, praticamente, e acho que temos uma ou duas fotos dessa altura, mas depois crescemos em caminhos diferentes. Acontece que ela é namorada do Magalhães, que é só e apenas o meu melhor amigo! E sendo ele meu irmão de coração, ela é automaticamente minha cunhada! Mas, acima de qualquer outra coisa, é genuinamente minha amiga, e eu gosto muito, mas muito dela.

Finalmente, desafio-vos a encontrar-me. Eu sei que não é difícil, mas tem piada dizer isto porque eu não me escondi! Simplesmente sou demasiado pequena para conseguir aparecer numa fotografia tirada por mim à altura de todos os outros. Em destaque, como sempre, a camisola da Ana.
E pronto, foi esta a minha mega festa, que eu adorei! Há mais fotografias, mas como não apareço decidi não as pôr aqui (que altruísta, eu sei!). Espero que gostem do post! :) Beijocas a todos, fiquem bem e boa semana!

Lê também

18 comentários

  1. Parece-me que foi mesmo uma festa em grande :) uma excelente forma de festejar os teus 23 aninhos :D espero que agora o ano até te corra melhor eheh e aos 24 terás dificuldade em superar a festança :p

    ResponderEliminar
  2. É bom ver que estás e que és feliz Joaninha :)

    ResponderEliminar
  3. Que grande festa :D
    Parabéns :D
    xoxo
    BLOG: adonadasushi.blogspot.pt
    F-PAGE: facebook.com/blogdadonadasushi
    Participa no GIVEAWAY que está a decorrer!

    ResponderEliminar
  4. Parece que te divertis-te imenso! Fizeste muito bem em dar a festa :) E parabéns atrasados!

    MORNING DREAMS

    Sofia Silva, Beijos*

    ResponderEliminar
  5. Nada melhor que partilhar momentos únicos com pessoas especiais. Os meus parabéns atrasados =)

    ResponderEliminar
  6. Tamo junto Joana, 4 the best and 4 the wosrt ;)
    A foto com a Ana ficou engraçada :P
    Grande tarde/noite, para o ano à mais :D

    ResponderEliminar
  7. Sim eu fico sempre de consciência tranquila! Os meus alunos gostam mesmo muito de mim... Choram porque vou embora, outros já desistiram... E dizem que querem aulas particulares comigo e que vão atrás de mim para onde eu for... E neste momento pego-me a isto e sorrio... Mas custa pensar que dei 3 anos de mim a um projeto que nasceu e cresceu comigo e agora... Puff. Vou embora!

    ResponderEliminar
  8. 23 com carinha de 18 hein!!!
    Parabéns sua linda.

    Beijão enorme, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Grande festa!! Ainda bem que te divertiste!
    r: é tão bom sonhar com isso!

    ResponderEliminar
  10. Parabéns atrasados :) parece ter sido uma grande festa!

    ResponderEliminar
  11. Isso é que foi uma bela festa hein =D

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  12. Doida!!! Devemos festejar TODOS OS ANOS!!!! Adorei as fotos :) Beijokas

    ResponderEliminar
  13. Foi sem dúvida uma festa em grande e muito divertida!
    Os meus parabéns!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  14. Não comemoro aniversário, me incomoda por muitos motivos, mas acho tão importante a gente comemorar qualquer coisa e por qualquer motivo junto de quem a gente ama, imagino a sua felicidade Estar com os amigos, com a família, comer gordiceeeees hahaha tudo isso é mágico! <33

    www.vodkaescarpin.com.br

    ResponderEliminar
  15. Parece ter sido uma festa do caraças... Parabéns atrasados

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!